Arquivo do blog

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Quero deixar você me olhar.
Porque o seu olho precede o seu beijo.
E seu olhar isenta a palavra.

Seu olhar solta o meu pensamento no vento.
Solta também o seu, amor.

E ficamos aqui.
Nesta noite.
Sem dizer nada.
E dizendo tanto.

Setembro de 2009

Um comentário:

Betty e Elizabete disse...

Este comentário recebi de um amigo, por e-mail... e adorei!
Os versos são lindos. Fazemos uma ótima dupla, meu engenheiro.


Olhe meus olhos o quanto sentir.
Deixe que também penetre os seus
o quanto entrar, até acariciar o coração.
E gotejar de prazer seu lençol.

Que a noite não passe e só o vento pare.
Dizer o que mais, se tudo já foi dito?