Arquivo do blog

segunda-feira, 12 de novembro de 2012


Linha

Como cordão que une
a mãe ao feto,

Como novelo desemaranhado 
pacientemente no tear,

Como corda esticada
sobre o picadeiro,

a vida é um fio.

E, observando
o teu passo cuidadoso,
sorri, de qualquer forma
,
o tempo.

Então, 
desequilibra-te!


Novembro de 2012.

Nenhum comentário: