Arquivo do blog

domingo, 22 de maio de 2011

Eu sei

Não me pergunta se eu te amo
A pergunta não é mais esta
Isso sempre foi certeza

Me pergunta se eu te quero
Não quero
Isso agora é certeza

Teu "não sei"
Virou certeza em mim

Maio de 2011

Um comentário:

Emoções disse...

Os pintores e os poetas sempre gozaram da mesma forma do poder de ousarem o que quisessem.