Arquivo do blog

domingo, 23 de maio de 2010



Teu verso alimenta

E quanto mais te devoro
mais fome da tua palavra
mais sede do teu calor

saboreio as estrofes
descubro teu gosto
me embriago de ti

me sacia

mas só até o próximo verso
me fez gulosa de ti, poeta

Maio de 2010

Um comentário:

Adilson disse...

hmmmmmmmmmmm bom aqui também ... bjos